segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Continuando Reflexões musicais...

A CARTA

Não vá levar tudo tão a sério
Sentindo que dá,
deixa correr
Se souber confiar no seu critério
Nada a temer


Não vá levar tudo tão na boa
Brigue para obter o melhor
Se errar por amor Deus abençoa
Seja você


No que sua crença vacilou
A flor da dúvida se abriu
Vou ler a carta que o Biel mandouPra você, lá do Brasil:
"Eles me disseram tanta asneira, disseram só besteira
Feito todo mundo diz.
Eles me disseram que a coleira e um prato de ração
Era tudo o que um cão sempre quis
Eles me trouxeram a ratoeira com um queijo de primeira
Que me, que me pegou pelo nariz
Me deram uma gaiola como casa, amarraram minhas asas
E disseram para eu ser feliz
Mas como eu posso ser feliz num poleiro?
Como eu posso ser feliz sem pular ?
Mas como eu posso ser feliz num viveiro,
Se ninguém pode ser feliz sem voar?
Ah, segurei o meu pranto para transformar em canto
E para meu espanto minha voz desfez os nós
Que me apertavam tanto
E já sem a corda no pescoço, sem as grades na janela
E sem o peso das algemas na mão
Eu encontrei a chave dessa cela
Devorei o meu problema e engoli a solução
Ah, se todo o mundo pudesse saber
Como é fácil viver fora dessa prisão
E descobrisse que a tristeza tem fim
E a felicidade pode ser simples como um aperto de mão
Entendeu?

É esse o vírus que eu sugiro que você contraia
Na procura pela cura da loucura,
Quem tiver cabeça dura vai morrer na praia.
Não vá levar tudo tão a sério..."


Composição: Djavan / Gabriel O Pensador

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

UMA HOMENAGEM AO CARA QUE TEM ME INSPIRADO ULTIMAMENTE A CONTINUAR FIRME! E QUE HOJE CELEBRAMOS SEU ANIVERSÁRIO! E para o Marcos O tudo!!


ESPANTE-SE DIANTE DA SELVA DE INFORMAÇÕES, IDÉIAS, CONCEITOS, SABERES E HISTÓRIAS. NÃO SE PERCA! DOSE!

O PAI DA ERA DA INFORMAÇÃO

video

CLAUDE SHANNON: THE FATHER OF INFORMATION SCIENCE


“Olá sou Claude Shannon um Matemático, aqui no “Dell Telephone Laboratories”.”

Ele não criou o CD, o aparelho do Fax, os telefones sem fio (celulares), ou arquivos em mp3, mas em 1938, Claude Shannon abriu caminho para todos estes, com a teoria básica sobre comunicação e armazenamento digital, a qual chamou de Teoria da Informação. Claude Shannon realizou maior parte de seu trabalho pioneiro, entre 1940 e 1950. O impacto de sua pesquisa sobre a realidade, está muito mais espalhado hoje do que há 50 anos.

David Neuhoff (University of Michigan) – Toda a idéia da digitalização das coisas e o fato de que se pode salvá-las, armazená-las, de que se pode “transferi-las” e “carregá-las’ em rede, muito disso, veio de Shannon”. Toda aquela idéia de que a digitalização é útil não apenas porque assim nos parece bom, mas porque nos permite salvar e armazenar arquivos em CDs, em um tocador de DVD e os bits são os mesmos hoje e os mesmos amanhã.

Robert McElience (Cal Tech) – Se historiadores fossem olhar para trás, nos séculos: XX e XXI, diriam que Shannon criou um desafio para engenheiros em 1948 e dentro de 50 ou 60 anos, solucionariam esse desafio e seguiriam para outros aspectos da tecnologia digital.
Enquanto a teoria da informação foi seu trabalho mais marcante, Claude Shannon também contribuiu, para o desenvolvimento precoce dos circuitos integrados, computadores, criptografia, inteligência artificial e até genoma, coisa que o caracterizou como uma das mentes mais influentes do século XX. Ainda assim, quando faleceu, no dia 24 de Fevereiro de 2001, Shannon era desconhecido pelo publico, em geral.

Elwyn Berlekamp, professor da UC Berkeley o qual co-escreveu muitos trabalhos com o Shannon.

Elwyn Berlekamp (Professor da UC Berkeley) – Ele era um irmão, eu diria assim. Não com ______ Era trabalhoso. Precisava-se fazer um esforço para acessar, certamente não estava empenhado em voluntariamente chegar a ser popular.


Ramesh Rao (CA Institute for Telecommunications & Information Technology) – O Público leigo provavelmente não aprova, o quanto a teoria da informação tem feito para codificação e assim por diante em muitas outras coisas que consideramos como resolvidas/garantidas, qualquer coisa que envolve histórias, como por exemplo, CD players ou qualquer coisa que envolve comunicação de dados, como, por exemplo, seu modem, que por meio da conexão por discagem rápida de bits, ou canais de telefones. Apenas __________ tudo que tem ha ver com o armazenamento e a codificação da informação, assim como sua “compressão”. Segue em algumas formas, diretamente das contribuições que Shannon deu.

domingo, 23 de agosto de 2009

SE ESSA REFLEXÃO SERVIR PARA VOCÊ TAMBÉM FICO FELIZ









Perdão



Nem tudo é fácil

É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste.
É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada
É difícil valorizar um amor, assim como é fácil perdê-lo para sempre.
É difícil agradecer pelo dia de hoje, assim como é fácil viver mais um dia.
É difícil enxergar o que a vida traz de bom, assim como é fácil fechar os olhos e atravessar a rua.
É difícil se convencer de que se é feliz, assim como é fácil achar que sempre falta algo.
É difícil fazer alguém sorrir, assim como é fácil fazer chorar.
É difícil colocar-se no lugar de alguém, assim como é fácil olhar para o próprio umbigo.
Se você errou, peça desculpas...
É difícil pedir perdão? Mas quem disse que é fácil ser perdoado?
Se alguém errou com você, perdoa-o...
É difícil perdoar? Mas quem disse que é fácil se arrepender?
Se você sente algo, diga...
É difícil se abrir? Mas quem disse que é fácil encontrar
alguém que queira escutar?
Se alguém reclama de você, ouça...
É difícil ouvir certas coisas? Mas quem disse que é fácil ouvir você?
Se alguém te ama, ame-o...
É difícil entregar-se? Mas quem disse que é fácil ser feliz?
Nem tudo é fácil na vida...Mas, com certeza, nada é impossível
Precisamos acreditar, ter fé e lutar
para que não apenas sonhemos, Mas também tornemos todos esses sonhos,
realidade!!

Cecília Meireles